Title
Home Search Imagebank On-line submission
The Journal All Editions To the authors Contacts
929 
Ano: 2012  Vol. 16   Num. Suppl. 1  - May - (55º)
DOI: 10.7162/S1809-9777201200S1O-037
Print:
Seção: 11º CONGRESSO DA FUNDAÇÃO OTORRINOLARINGOLOGIA - Oral Presentation Otorhinolaryngology
Texto Text in English
AUTO-PERCEPÇÃO DA ACLIMATIZAÇÃO E TEMPO DE PERDA AUDITIVA
AUTO-PERCEPTION OF THE ACCLIMATIZATION AND TIME OF HEARING LOSS
Author(s):
Sineia Neujahr dos Santos, Tiago Petry, Maristela Julio Costa
Resumo:

Objetivo: Verificar se existe relação entre o tempo da perda auditiva e auto-percepção da aclimatização, em novos usuários de próteses auditivas, sem a utilização das mesmas. Método: Participaram 46 indivíduos, de 27 a 78 anos, com perda auditiva neurossensorial de grau leve a moderadamente severo. Os mesmos foram divididos em três grupos, de acordo com o tempo da perda auditiva: Grupo 1, de um a cinco anos, ficou composto por 15 sujeitos; grupo 2, de cinco a dez anos, por 16 sujeitos; e grupo 3, com mais de dez anos, composto por 15 sujeitos. Após três meses de uso efetivo das próteses auditivas, eles foram questionados de como se sentiam em relação a sua audição, em momentos que estavam sem as próteses: se a audição estava pior, igual ou melhor do que antes da adaptação. Resultados: No grupo 1, três sujeitos referiam que a audição ficou pior, quatro que a audição ficou igual e oito que a audição melhorou. No grupo 2, dois sujeitos referiam que a audição ficou pior, seis que a audição ficou igual e oito que a audição melhorou. Já no grupo 3, seis sujeitos referiam que a audição ficou pior, seis que a audição ficou igual e três que a audição melhorou. Conclusão: Pode-se observar que o grupo com perda auditiva há mais de dez anos foi o que menos referiu melhora da audição após o uso das próteses auditiva. Estes resultados sugerem que, quanto maior o tempo de privação auditiva, menor a auto-percepção da aclimatização.

Abstract:

Objective: To verify if exists relation between the time of the auditory loss and auto-perception of the acclimatization, in new users of auditory prosthesis, without the use of the same ones. Method: 46 individuals had participated, of 27 the 78 years, with sensorineural auditory loss of light degree the moderately severe one. The same ones had been divided in three groups, in accordance with the time of the auditory loss: Group 1, of one the five years, was composed for 15 citizens; group 2, of five the ten years, for 16 citizens; e group 3, with more than ten years, composition for 15 citizens. After three months of effective use of the auditory prosthesis, they had been questioned of as if they felt in relation its hearing, at moments that were without the prosthesis: if the hearing was worse, equal or better of what before the adaptation. Results: In group 1, three citizens related that the hearing was worse, four that the hearing was equal and eight that the hearing improved. In the group 2, two citizens related that the hearing was worse, six that the hearing was equal and eight that the hearing improved. No longer group 3, six citizens related that the hearing was worse, six that the hearing was equal and three that the hearing improved. Conclusion: It can be observed that the group with auditory loss has more than ten years was what less related to improvement of the hearing after the use of the auditory prosthesis. These results suggest that, the time of auditory, lesser privation how much bigger the auto-perception of the acclimatization.

.
  Print:

 

All right reserved. Prohibited the reproduction of papers
without previous authorization of FORL © 1997- 2014